Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022
António Martinho
António Martinho
VISTO DO MARÃO Ex-Governador Civil, Ex-Deputado, Presidente da Assembleia da Freguesia de Vila Real. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

“Ver-se grego”… (V)

Escrevo este meu “Visto” enquanto decorre o referendo na Grécia por causa de um imbróglio que se gerou no decorrer das conversações entre o governo grego e os restantes membros do Eurogrupo para resolver o problema em que se encontra a Grécia após estes anos todos em que o radicalismo austeritário criou mais problemas aos gregos do que soluções para os problemas que tinham. Por isso se pode utilizar a expressão que os “gregos se têm visto gregos”, no preciso sentido em que se encontra no Dicionário das Origens das Frases Feitas, de Orlando Neves, que refere que a expressão «Ver-se grego»,  é utilizada «quando se nos depara uma dificuldade que muito trabalho e tempo demora a transpor-se». É o caso. Como também é o que acontece connosco e com outros países que teimam em não querer ver o que já é visível por muitos.

-PUB-

Mas nisto de “ver-se grego” é coisa que acontece em muitas outras circunstâncias. Nós, por cá temo-nos visto gregos com as obras do túnel do Marão que, por efeito de uma das primeiras decisões do atual governo, foram interrompidas em 2011, o que acarretou prejuízos diversos à região e aos seus empresários, desde logo a várias pequenas e médias empresas que ali tinham contratos de subempreitada. Mas esses prejuízos estenderam-se a empresas cá instaladas, que não puderam beneficiar das vantagens competitivas que melhores vias de comunicação proporcionam. As portagens que nos impuseram na A24, o triplo mais caras que as da A1, seguiram no mesmo sentido. E que dizer do fenómeno a que o nosso

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Acidente com moto 4 faz dois mortos

PREMIUM

Despiste em Atei faz um ferido grave

Homem detido por fogo posto

PJ faz nova detenção por fogo posto

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.