Domingo, 3 de Julho de 2022

WTCR leva ao fecho de ruas a partir de sábado

Começou a contagem decrescente para o 51º Circuito Internacional de Vila Real. Dois anos depois, o WTCR está de regresso a Trás-os-Montes e isso vai-se notar já no sábado, dia em que começam a ser feitas algumas alterações na circulação rodoviária

“Nesse dia vai ser fechada a estrada que vem das piscinas em direção à Araucária, para ser instalada a bancada, as guardas de segurança”, indica Filipe Fernandes, da Associação Promotora do Circuito Internacional de Vila Real (APCIVR), acrescentando que “no dia 27 será fechado o trânsito na rotunda junto às piscinas, para instalação de estruturas para a transmissão televisiva”.

O pior será “a partir de dia 29”, quando será proibido circular na zona do circuito. Contudo, aos moradores afetados “foi-lhes entregue um cartão para que, nas noites em que não conseguem ter acesso às garagens ou ao lugar de estacionamento habitual, possam estacionar num dos três parques disponibilizados para o efeito, um deles na JOM, outro no hospital da Trofa e outro um pouco acima do hospital”, adianta.

Já quem tem negócios naquela zona, como é o caso de Márcio Beça, a solução pode passar por “trabalhar quatro dias em vez de cinco”.

“Tenho um armazém de distribuição de tabaco, em que estão sempre a entrar e a sair camiões. Vão ser dias complicados e vou ter de falar com o pessoal para trabalharmos menos um dia, porque na sexta-feira (1) não vamos conseguir entrar ou sair do armazém”, afirma. Ainda assim, reconhece que “é um evento importante para a cidade. Temos que ser compreensivos”.


Consulte o mapa com as alterações em: https://shre.ink/E7C

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.