Terça-feira, 7 de Dezembro de 2021
Joana Moreira da Silva
Médica Veterinária. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

A hora do banho

O banho do seu animal de estimação não só lhe proporcionará um benefício estético como também é essencial para o seu bem-estar. Animais que não são cuidados podem apresentar problemas de pele graves e transmitir doenças, inclusive aos seus tutores.

-PUB-

O primeiro banho não deverá ocorrer antes do protocolo vacinal estar completo, o que acontece por volta dos 3-4 meses. O champô seco poderá ser uma alternativa ao banho.

Todos os cães devem tomar banho regularmente, com uma frequência média de duas a três vezes por ano, dependendo de vários fatores como o tipo de pelagem e seu estilo de vida. Cães de pêlo comprido e que vivem no meio urbano estão mais expostos à poluição e sujidade dos passeios e muitos deles até partilham o interior da casa com os seus tutores. Nesta situação um banho por mês é suficiente. Os cães têm a pele muito fina e uma oleosidade própria muito importante para o equilíbrio da sua pele, hidratando-a e controlando a sua flora bacteriana. A sua eliminação deixará o seu animal mais suscetível de contrair dermatites. Animais com problemas dermatológicos também devem tomar banho com maior frequência e sob orientação do médico veterinário.

Tenha especial atenção na escolha do champô. As peles dos cães têm um pH neutro ao contrário dos humanos cuja pele tem um pH ácido; qualquer champô ou gel de banho dos seus tutores está contraindicado para o seu patudo. Lave-o abundantemente com água temperada e com jato de baixa pressão, espalhe uniformemente o champô e deixe atuar em quanto o massaja. É importante a remoção total do champô e evitar o contato com os olhos e ouvidos. Enxugar o pelo com uma toalha não é suficiente, pois a pele fica húmida e consequentemente aumenta o risco de desenvolver dermatites e seborreia. É importante a utilização do secador com temperatura adequada.

E os gatos também precisam de tomar banho?

Os gatos são extremamente cuidadosos com a sua higiene pessoal, lavando-se quando se lambem, pelo que um gato saudável normalmente não precisa de banho.

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.