Domingo, 23 de Junho de 2024
No menu items!

Condenado a 10 anos de prisão pela morte de Luís Giovani

Um dos sete arguidos acusados da morte do cabo-verdiano foi hoje condenado pelo Tribunal de Bragança a 10 anos e três meses de prisão por homicídio.

-PUB-

O coletivo de juízes condenou, ainda, o mesmo arguido a pagar uma indemnização de 155 mil euros aos pais da vítima e mais de 30 mil euros de despesas hospitalares, além de 2.200 a outro ofendido no processo.

Recorde-se que, inicialmente, oito jovens estiveram em prisão preventiva e acusados de homicídio qualificado consumado em relação a Luís Giovani, e de homicídio na forma tentada relativamente aos três amigos.

Na fase de instrução, pedida por alguns dos arguidos, um dos acusados foi retirado do processo e os outros sete continuaram indiciados pelo crime de homicídio qualificado consumado, mas viram a acusação atenuada para ofensas à integridade física em relação aos três ofendidos.

Na leitura do acórdão, o juiz presidente salientou a mensagem de prevenção que a justiça quis passar com esta decisão face às várias notícias que tem surgido de problemas na noite, idênticas às que originaram a morte do jovem na madrugada de 21 de dezembro de 2019.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS