Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
©Elsa Nibra

CGTP reinvidica melhores condições de trabalho

A unidade sindical pede, entre outras coisas, o aumento do salário mínimo em Portugal e o fim da precariedade.

-PUB-

A CGTP foi hoje para a rua, um pouco por todo o país. Em Vila Real, cerca de 50 pessoas uniram a sua voz pelos direitos dos trabalhadores.

António Serafim, coordenador da União dos Sidicatos de Vila Real, explicou que a CGTP “está hoje na rua para lutar pelos direitos dos trabalhadores e combater a exploração”.

“No nosso distrito, tem aumentado o desemprego e a precariedade. Em Vila Real temos tido o relato de muitas situações preocupantes, quer em grandes superfícies, quer em IPSS”, indica.

Uma das palavras de ordem da manifestação foi “Pró país avançar, salários aumentar” e é isso que a CGTP espera que aconteça “a curto prazo”, pedindo que o salário mínimo nacional seja fixado nos “850 euros”.

Notícia desenvolvida na edição de 6 de maio

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.