Sábado, 3 de Dezembro de 2022
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Deco
Deco
Profissionais da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor escrevem regularmente neste espaço.

DECO alerta para dificuldades na mudança de fornecedores de gás

Dificuldade na mudança para fornecedores de gás do mercado regulado está a gerar reclamações e pedidos de informação de consumidores à DECO.

-PUB-

Os consumidores não estão devidamente alertados para as consequências de uma eventual mudança para o mercado regulado do gás. É importante que o consumidor esteja ciente de que a mudança de comercializador no gás, mantendo o mesmo fornecedor na eletricidade, pode levar a penalizações por perda de descontos dados a contratos com os dois serviços em simultâneo.

Ao operar a mudança desta forma, a tarifa de eletricidade fica mais cara e, na verdade, o valor que vai ganhar por ter passado para o mercado regulado no gás natural, acaba por se perder.

É certo que a intenção do legislador, ao permitir a mudança para o mercado regulado, nunca foi a de prejudicar o consumidor, mas sim responder a uma crise energética e à inflação que estamos a viver e ajudar o consumidor.

Porém, nem todos os consumidores estão alertados para a possibilidade de na eletricidade ser, também, possível mudar para o mercado regulado. Assim, a DECO apelava, junto do Ministério do Ambiente, a uma forma de tornar os dois sistemas equivalentes, nomeadamente nos requisitos, e a que fosse criada uma plataforma única, em que fosse possível ao consumidor proceder à mudança para o mercado regulado no gás e na eletricidade, em simultâneo.

A DECO está totalmente disponível para apoiar o cidadão que necessite de esclarecimentos, aconselhamento e apoio prático na operação de mudança.


Contacte o Gabinete de Aconselhamento de Energia da DECO através do nº 213710200 ou do e-mail energia@deco.pt

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.