Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022
Barroso da Fonte
Barroso da Fonte
Escritor e Jornalista. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

Era Transmontano o soldado Milhões Herói Nacional da I guerra Mundial há um século

Nasceu em Valongo de Milhais, concelho de Murça, em 9 de julho de 1895. Faleceu em 3 de junho de 1970. Fez, em 9 deste mês, 119 anos que veio ao mundo. E, em 9 de abril último, completou cem anos que, sozinho, com a sua «luisinha», (a arma), na Batalha de La Lys, na Flandres, quando a derrota das tropas, pelas quais combatia, poderia ser mais desastrosa.

-PUB-

O heróico soldado, gastando as suas munições e aquelas que os seus camaradas iam deixando à medida que tombavam, manteve os alemães em respeito, o que facilitou a retirada aos fugitivos. Esse gesto que contrariava as ordens do seu comandante, evitou a carnificina humana que seria muito mais catastrófica do que foi. Aníbal Augusto Milhais, seu verdadeiro nome, regressou ao seu batalhão, depois de vaguear sozinho, à deriva, facto que mais enobreceu a sua clarividência, lealdade e bravura. Logo aí foi condecorado com a Ordem de Torre e Espada do seu comando e, ainda em França, é-lhe conferida a mais alta condecoração a que um soldado raso pode aspirar.

Em 1919 regressa a Portugal, passa

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.