Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022
Barroso da Fonte
Barroso da Fonte
Escritor e Jornalista. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

Habituado a mandar não sabe obedecer

Não é por ser português de Moçambique que Zeinal Bava é mais esperto do que meu irmão mais novo, que formou quatro dos cinco filhos, vivendo de uma agricultura agonizante.

-PUB-

Nem a Barragem de Cabora Bassa (em Moçambique), por ser a mais emblemática da Portugalidade, no continente africano, exigiu mais perícia do que a de Pisões, onde eu tive o primeiro emprego. Zeinal Bava precisa de acordar e de reconhecer que não somos portugueses de segunda, como ele julgou dez milhões de habitantes, durante toda a tarde da última quinta-feira, dia 26 de fevereiro. Teve cerca de oito horas de televisão, em canal aberto, para certificar como ignorantes todos quantos lhe temos pago e vamos continuar a pagar marisco e caviar, quando ele deveria ser tratado a pão e água (para não dizer a palha e a feno), como as vitelas do meu pátrio Barroso

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Acidente com moto 4 faz dois mortos

PREMIUM

Despiste em Atei faz um ferido grave

Homem detido por fogo posto

PJ faz nova detenção por fogo posto

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.