Domingo, 24 de Outubro de 2021
Barroso da Fonte
Escritor e Jornalista. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

Histórico da Imprensa Transmontana no Sec. XX

A chamada imprensa regional, que teve no século XX o maior incremento de que há memória, dada a liberdade de fundar, extinguir e  replicar, quando o direito de resposta não era exercido a tempo e horas, entrou em crise aguda na última mudança de século.

-PUB-

A pandemia veio recordar vozes que fizeram história e que não voltam mais. Adriano Silva, cronista da BPMP, recorda:

1 de outubro de 1976 – 289.º e último (?) número do jornal “A Torre”, de Moncorvo, de Armando Fonseca, propriedade de Manuel de Sousa Moreira, que se publicou desde 1 de janeiro de 1952 (BPMP P-C-1137). Bragança.

2 de outubro de 1947 – 1.º número do jornal “A Voz de Trás-os-Montes”, das Conferências de S. Vicente de Paulo de Vila Real, de Henrique Maria dos Santos, que ainda se publica (consultável a partir de 1985 na BPMP na cota P-C-1418). Vila Real.

5 de outubro de 1910 – 452.º e último número do jornal “O Progresso do Norte: órgão do Centro Progressista”, de Vila Real, de José Coelho Mourão, que se publicava desde 11 de julho de 1900 (consultável a partir de 1907 na BPMP na cota IX-1-102). Vila Real.

13 de outubro de 1981 – 1.º número do jornal “O Ribeirapenense: quinzenário regional”, de Ribeira de Pena, de F.E. de Sousa Pimentel (BPMP P-C-719). Vila Real.

14 de outubro de 1926 – Último número do jornal “Acção Transmontana: semanário republicano”, de Mirandela, de Luís Teixeira Neves, Arnaldo A. Mendo e E. Doutel de Andrade, que começou em 15 de janeiro de 1925 (BPMP P-D-301(7). Bragança.

18 de outubro de 1910 – 1.º número do jornal bissemanal “Cinco de Outubro”, de Camilo Guedes, da Régua, que se publicou até 1920 (BPMP IX-1-84). Vila Real.

23 de outubro de 1969 – 1.º número do jornal “Além-Douro: publicação regionalista” da Cooperativa da Imprensa Além Douro, de Mirandela, de Rómulo Raul Ribeiro, impresso em Chaves (Tip. Gutenberg), onde colaborou Barroso da Fonte, etc., que se terá publicado pelo menos até 10 de maio de 1975 (BPMP XII-5-9). Bragança.

25 de outubro de 1940 – 45.º e último (?) número do jornal “Revolução Nacional: órgão da Comissão Concelhia da União Nacional”, de Mirandela, de José Dionísio Neves, editado por Carolino Augusto Teixeira, que começou em 1937 (BPMP P-D-302(8). Bragança.

29 de outubro de 1907 – 215.º e último(?) número do jornal “O Flaviense: semanário independente”, de Chaves, de José Mesquita, redigido e colaborado por militares, que se publicava desde 7 de julho de 1903 (consultável na BPMP na cota IX-1-71). Militares. Vila Real.

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Património e o futuro (II)

Viagem de Circum-navegação 1

Autárquicas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.