Domingo, 9 de Maio de 2021

Limpeza, defesa e prevenção

Especial Freguesias Mouçós e Lamares | Este é o lema da União de Freguesias de Mouçós e Lamares no que concerne à preservação da floresta.

Ao abrigo de um protocolo com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Mouçós, Lamares, São Tomé do Castelo e Justes veem as suas áreas protegidas, com a implementação de ações recorrentes de limpeza, defesa e prevenção desenvolvidas pela equipa de sapadores florestais que está diariamente no terreno.

“Criámos uma equipa de sapadores florestais que está disponível não só para a prevenção, mas também para a intervenção. Na época do outono/inverno fazemos a dita prevenção, através da limpeza dos espaços, e no verão, em caso de necessidade, a equipa está pronta para intervir, por exemplo, em incêndios rurais”.

No âmbito de uma parceria, e devido à proximidade, as atividades de defesa da floresta são também executadas nas localidades de São Tomé do Castelo e Justes, o que para Francisco Coutinho, presidente daquela junta de freguesia, é uma mais valia. “É um apoio importante porque ajuda na prevenção de incêndios, mas também permite às pessoas usufruir destes caminhos para praticarem atividade física”. Pela proximidade e vizinhança, estas freguesias estão em sintonia na conservação dos espaços naturais.

A equipa é responsável pela prevenção na vertente da gestão de combustível florestal, manutenção e proteção de povoamentos florestais, sensibilização das populações para as normas de conduta em matéria de proteção florestal, limpeza das florestas e da fitossanidade, primeira intervenção em incêndios florestais e presta, também, apoio em operações de rescaldo e vigilância pós-rescaldo.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.