Quinta-feira, 13 de Junho de 2024
No menu items!

Portugal é o 5º país europeu com maior zona económica exclusiva

Assinalou-se, a 20 de maio, o Dia Europeu do Mar. Portugal é um país com tradição marítima, um dos países que ao longo da história mais soube aproveitar o Mar enquanto forte componente da expansão económica.

-PUB-

No entanto, nas últimas décadas, o potencial do Mar tem sido descurado por Portugal, tendo uma importância residual na nossa economia.

A localização privilegiada de Portugal Continental e dos arquipélagos da Madeira e dos Açores permitem a Portugal possuir uma das maiores Zonas Económicas Exclusivas (ZEE) do mundo.

Apesar de Portugal ser apenas o 16.º maior país da Europa em termos de extensão terrestre (92 mil km²), é o 5.º maior em termos dimensão marítima (1,7 milhões de km²). A ZEE portuguesa representa 95% do total da dimensão territorial portuguesa. A liderar o ranking das maiores ZEE’s na Europa estão, por esta ordem, a França, o Reino Unido e a Dinamarca.

Uma parte considerável da ZEE de alguns países que lideram o ranking localiza-se longe da Europa, junto a pequenas ilhas que esses países controlam (principalmente nos Oceanos Pacífico e Índico).

Portugal submeteu, em 2009, uma proposta às Nações Unidas para a extensão da sua plataforma continental, sobre a qual aguarda uma decisão. Se a decisão for favorável a extensão marítima de Portugal pode chegar aos 4 milhões de km² e o nosso país passaria a ser o 10.º maior em termos de dimensão marítima a nível mundial, e 4.ª a nível europeu.

O mesmo Mar que nos trouxe à ribalta no passado, constitui, nos nossos dias, uma janela de oportunidade de investigação, de inovação e de investimento. A importância que o Mar pode representar para Portugal advém, não só da dimensão, onde se inclui a plataforma continental, mas também da sua qualidade, nomeadamente no que se refere à vasta biodiversidade marinha e recursos energéticos, geológicos, minerais e genéticos nele existentes.


Uma parceria com o Instituto +Liberdade (maisliberdade.pt)

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS