Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
No menu items!

Quase 42 mil animais abandonados no ano passado

Quase 42 mil animais foram capturados no ano passado, um número que revela uma ligeira diminuição de animais errantes, mas esconde realidades de alguns locais, onde o abandono parece continuar a aumentar.

-PUB-

Todos os anos, milhares de animais são abandonados: Em 2021, os Centros de Recolha Oficiais (CRO) receberam 43.603 animais errantes e, no ano passado, foram apanhados na rua ou entregues nos centros 41.994 animais, segundo dados do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

A ligeira diminuição de 2022 esconde um aumento de mais de dez mil animais quando se comparada com a realidade vivenciada nos CRO em 2020 e existem casos regionais que contrariam a tendência nacional, como Lisboa ou Torres Vedras.

Em algumas cidades houve um aumento de animais recolhidos entre 2021 e 2022: Em Torres Vedras subiu de 672 para 877 no ano passado e em Lisboa passou de 945 para 1.166 animais, segundo dados do ICNF.

Já em Vila Real, em 2021 tinham sido recolhidos 316 animais errantes, e em 2022 o número passou para 259.

As estatísticas apontam uma redução nacional de 3,9% entre 2021 e 2022, escondendo realidades locais de alguns locais, onde os animais recolhidos têm vindo a aumentar.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.