Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
Grua caiu em novembro de 2018 | ©Arquivo VTM

Tribunal extingue processo de queda de grua no Calvário por “negligência”

Câmara diz que houve “um erro” processual da parte da sociedade de advogados que a representa e vai avançar com uma nova ação judicial.

-PUB-

O Tribunal de Vila Real declarou extinto o processo que a Câmara Municipal de Vila Real moveu contra a empresa Nesinocas – Engenharia e Construção, Lda., devido à queda de uma grua no campo do Calvário, que provocou prejuízos elevados.

Na madrugada de 26 de novembro de 2018, o vento forte que se fez sentir provocou a queda de uma grua de grandes dimensões sobre o campo do Calvário, tendo danificado uma parte da bancada e do relvado sintético, estragos avaliados em cerca de 300 mil euros.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.