Terça-feira, 29 de Novembro de 2022

UTAD entre as universidades mais sustentáveis do mundo

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) está em 78º lugar a nível mundial entre as 1.406 instituições de ensino superior que concorrem no Times Higher Education Impact Ranking 2022, anunciou hoje a academia transmontana.

-PUB-

A UTAD foi ainda a melhor universidade portuguesa nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) respeitantes à ‘Vida terrestre’ e ‘Água potável e saneamento.

O reitor, Emídio Gomes, refere que a UTAD “sobe quatro posições em relação a 2021 e fica à frente de algumas das maiores universidades portuguesas – é a segunda a seguir à Universidade de Coimbra. É, ainda, de destacar que a UTAD é a universidade portuguesa mais sustentável da região Norte”.

Segundo o THE 2022, que avalia o cumprimento dos ODS das Nações Unidas, a UTAD “obteve um resultado global de 89,9 pontos em 100 possíveis, conseguindo assim o melhor desempenho global desde que este ranking foi criado, em 2019”.

A UTAD ficou em sete lugar a nível mundial no ODS ‘Vida terrestre’, que prevê a proteção, recuperação e promoção do uso sustentável dos ecossistemas terrestres, a gestão sustentável as florestas, o combate à desertificação, a detenção e reversão da degradação da terra e o combate à perda de biodiversidade. Com 95,1 pontos (em 100 possíveis), a UTAD foi a melhor universidade portuguesa neste parâmetro.

O THE 2022A coloca, ainda, a academia transmontana numa “posição cimeira a nível nacional no que diz respeito ao ODS ‘Água potável e saneamento’. Os 79 pontos neste indicador justificam a 41ª posição da UTAD a nível mundial”, sublinha a nota enviada às redações.

“A UTAD destacou-se, ainda, nos ODS ‘Fome zero e agricultura sustentável’ (82 pontos) com o 19º lugar a nível mundial e ‘Parcerias e meios de implementação’ (com 83,1-90,6 pontos), ficando entre as 101 e as 200 das melhores universidades mundiais”, conclui o comunicado da universidade.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.