Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

A pandemia e o centro social de Vilar de Maçada

No dia 23 de abril, a TVI24 transmitiu uma reportagem sobre o Centro Social Recreativo e Cultural de Vilar de Maçada (CSRCVM). Na peça foi dado particular destaque ao centro de dia e ao apoio domiciliário, valências de grande importância, a que se acrescenta o excelente lar de internamento. Como filho desta terra, foi, naturalmente, […]

-PUB-

No dia 23 de abril, a TVI24 transmitiu uma reportagem sobre o Centro Social Recreativo e Cultural de Vilar de Maçada (CSRCVM). Na peça foi dado particular destaque ao centro de dia e ao apoio domiciliário, valências de grande importância, a que se acrescenta o excelente lar de internamento. Como filho desta terra, foi, naturalmente, com uma ponta de orgulho que vi um canal de televisão mostrar aos portugueses o magnífico trabalho que vem sendo realizado no CSRCVM. Os resultados falam por si ao constatarmos, não só o excelente apoio social que o Centro dá aos seus utentes, mas também a proeza de, até agora, não ter tido qualquer caso positivo (utentes e funcionários) para a Covid-19, num momento em que as notícias diárias nos dão conta dos numerosos infetados em instituições nacionais semelhantes. Devo acrescentar que estas excelentes notícias não constituem qualquer surpresa para mim já que conheço a realidade deste Centro Social, desde a excelência da sua gestão, à sua notável liderança e à dedicação de todos os seus profissionais. O progresso que esta instituição tem conhecido ao longo dos anos e que é visível na obra feita, assenta, particularmente, na rigorosa administração das suas finanças, nas ideias inovadoras concretizadas em novos projetos e no aproveitamento de todas as oportunidades para conseguir novos meios de financiamento. Graças a todo este esforço e dedicação dos seus responsáveis, o Centro, atualmente, pode oferecer aos que o procuram, um moderno lar de internamento excelentemente equipado, um magnífico centro de dia, um eficiente apoio domiciliário e uma assistência médica permanente, com médico, enfermeira e psicóloga. 

A sua organização modelar permite-lhe, presentemente, prestar apoio a 165 pessoas idosas e a 61 crianças. O funcionamento exemplar e a qualidade da assistência desta instituição tornam-no desejado por muitos, como o comprova a sua lista de espera que não pára de crescer. O CSRCVM tem como principal financiador a Segurança Social, contando ainda com o apoio da Câmara de Alijó e com receitas próprias dos sócios e beneméritos, e das que a sua gestão criativa e dinâmica vem conseguindo. 

É verdadeiramente notável como numa pequena vila dum interior pobre e desertificado do nosso país, como é o caso de Vilar de Maçada, acontece este “milagre”, que, em minha opinião, constitui um verdadeiro “case study” que as autoridades responsáveis deviam analisar e premiar pelo seu magnífico trabalho em prol dos mais desfavorecidos.

Mais Lidas | opinião

O povo é quem mais ordena

Património e o futuro (II)

Viagem de Circum-navegação 1

O Senhor Reigoto

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.