Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2023
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Jovem detido por furto e posse de munições proibidas

A GNR deteve na terça-feira um jovem, de 16 anos, por furto e posse de munições proibidas, no concelho de Vila Flor.

-PUB-

Em comunicado, a GNR explica que a investigação “decorria há cerca de seis meses e os militares da Guarda identificaram dois suspeitos, tendo sido detido um jovem 16 anos e constituído arguido outro de 18 anos, que são suspeitos de vários furtos em residências, armazéns agrícolas, depósitos de combustível de tratores e veículos pesados de transportes de mercadorias”.

A guarda acrescentou que os dois jovens “faziam-se transportar em viaturas ligeiras emprestadas por familiares, abastecidas com o combustível furtado de tratores e veículos pesados de transporte de mercadorias, deslocando-se a armazéns e residências sinalizadas, onde se introduziam para furtar diversas máquinas e ferramentas, vendendo-as seguidamente no mercado paralelo”.

Na sequência da investigação, os militares da GNR deram cumprimento a três mandados de busca domiciliária e três mandados de busca não domiciliária, um em armazém e dois em viaturas, tendo sido possível apreender dois cartuchos calibre 12, duas munições de calibre.22, dezenas de sementes e resíduos de canábis, quatro berbequins, três rebarbadoras, duas motosserras e uma moto roçadora.

Foi também apreendida uma máquina varejadora, um nível de laser, uma máquina de soldar, cinco litros de gasóleo, três telemóveis e várias ferramentas, explicando que os bens foram entregues aos seus legítimos proprietários.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Vila Flor.

Esta ação policial contou com o reforço do Posto Territorial de Vila Flor, da Secção Cinotécnica de Bragança, do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Mirandela e da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) de Mirandela.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.