Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
No menu items!




O fulgor da música popular: A música permanece, os grupos é que não

Tradicionalmente, junho é o mês dos santos populares. O povo não se poupa em homenageá-los com o requinte que eles merecem. E diverte-se.

-PUB-

Organiza e participa em vários tipos de folias. São os ramos de manjericos, os balões e os arcos enfeitados, as fogueiras que se saltam com um só impulso, as cascatas, as pancadinhas dos alhos porros, as rusgas e as marchas populares. Tudo isto envolvido em música também ela popular vinda de há muito tempo que as festas e os descantes têm origem muito antiga.

A música tradicional não tem tempo nem lugar, corre nas vielas e nas avenidas (“Lisboa já dança na rua”), nos bairros (“A marcha da Mouraria”), nas famílias (“Vamos todos ao São João”), não só em Lisboa mas também no Porto (“São João das Fontaínhas”) ou em Braga (“Orvalhadas minhotas”).

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

[adrotate group="24"]

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS




Mais lidas

[adrotate group="3"]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS