Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022
Luís Ramos
Luís Ramos
Deputado do PSD na Assembleia da República

OE 2015: O orçamento que resgata a nossa soberania

O Orçamento de Estado de 2015 é o primeiro orçamento sem a Troïka e depois da Troïka. Durante três longos e duros anos, os portugueses enfrentaram, e venceram, o fantasma da bancarrota carreado pelo anterior governo. Agora, Portugal pode escolher em liberdade a sua política orçamental, fiscal e económica. É esta liberdade que lhe permite […]

-PUB-

O Orçamento de Estado de 2015 é o primeiro orçamento sem a Troïka e depois da Troïka. Durante três longos e duros anos, os portugueses enfrentaram, e venceram, o fantasma da bancarrota carreado pelo anterior governo. Agora, Portugal pode escolher em liberdade a sua política orçamental, fiscal e económica. É esta liberdade que lhe permite aumentar o salário mínimo para 505€, aligeirar a meta do défice ou até dosear o esforço de austeridade. Esta liberdade chama-se soberania nacional. Tinha sido perdida em 2011 e foi resgatada em 2014.

Trata-se de um orçamento de coerência, de responsabilidade e de esperança. De coerência porque prossegue o esforço de consolidação das contas públicas, essencial para a credibilidade do País.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Acidente com moto 4 faz dois mortos

PREMIUM

Despiste em Atei faz um ferido grave

Homem detido por fogo posto

PJ faz nova detenção por fogo posto

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.