Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024
No menu items!

20% dos portugueses vive em situação de pobreza

O alerta foi feito hoje pelo presidente da Confederação das Instituições de Solidariedade (CNIS), o padre Lino Maia.

-PUB-

Cerca de 20% da população portuguesa vive em situação de pobreza e “sem o apoio do Estado os números poderiam chegar perto dos 40%”.

Quem o diz é o presidente do CNIS, referindo que, “infelizmente, a pobreza não tem sido combatida como era importante combater”. Segundo o mesmo responsável, “nós bem gostaríamos de descer os números, que continuam a rondar os 20%” e revela que “se não fossem as transferências sociais, ainda seriam muitos mais, seriam perto de 40% as pessoas a viver a pobreza”.

O padre falava aos jornalistas, em Portalegre, à margem da 16ª Festa da Solidariedade, organizada pela CNIS, destacando “outro problema grave”. “Há muita gente que trabalha e mesmo trabalhando vive na pobreza, os rendimentos que têm, apesar da aposta que tem havido no aumento dos salários, mas salários mínimos, as pessoas não têm rendimentos para enfrentar os desafios, as necessidades”, frisou.

De acordo com o padre Lino Maia, as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) “confrontam-se com todos estes problemas e mais alguns”.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.