Quinta-feira, 20 de Junho de 2024
No menu items!

GNR sinalizou 10.251 casos de falta de limpeza de terrenos

A partir de sábado, os proprietários que não limparem os terrenos arriscam coimas.

-PUB-

A Guarda Nacional Republicana realizou, este ano, 10.251 sinalizações por falta de limpeza de terrenos agrícolas e florestais para prevenir fogos rurais.

“O último número oficial que temos de momento são 10.251 sinalizações”, indica a GNR, acrescentando que “a zona Centro-Norte é a zona que tem maior número de pontos de incumprimento”.

De acordo a GNR, “a zona de Coimbra, Leiria e depois a faixa Viseu-Aveiro são as que têm maior pressão em termos de sinalizações”.

De recordar que um despacho conjunto da ministra da Administração Interna e do ministro da Agricultura e Pescas permitiu “prorrogar por mais um mês o prazo para os proprietários e produtores florestais procederem à limpeza das matas e terrenos”, passando de 30 de abril para 31 de maio.

Os trabalhos têm de estar concluídos até esta sexta-feira, 31 de maio, e a fiscalização decorre entre 1 e 30 de junho.

A falta de limpeza de terrenos agrícolas e florestais, para prevenir fogos rurais, já rendeu “à volta de 2,5 milhões” de euros em contraordenações, desde 2020, avança a GNR.

As coimas podem atingir os 5.000 euros para pessoas singulares e 25.000 para pessoa coletiva, valores que variam de município para município.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS