Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Morreu Adriano Moreira

Ministro do Ultramar no período da ditadura, antigo presidente do CDS em democracia e antigo conselheiro de estado. Adriano Moreira morreu este domingo, aos 100 anos.

-PUB-

A notícia é avançada pelo Diário de Notícias. Adriano Moreira, que completou 100 anos em setembro, morreu este domingo.

Adriano Moreira nasceu em Grijó, concelho de Macedo de Cavaleiros, a 6 de setembro de 1922. Era filho de António José Moreira, que foi subchefe da Polícia de Segurança Pública (PSP) no porto de Lisboa, e de Leopoldina do Céu Alves.
Já em Lisboa, morou em Campolide, estudou no Liceu Passos Manuel e licenciou-se em Ciências Histórico-Jurídicas pela Faculdade de Direito de Lisboa, em 1944.
António de Oliveira Salazar chamou-o para o Governo, primeiro para subsecretário de Estado da Administração Ultramarina, em 1960, e depois para ministro do Ultramar, em 1961. Foi o político com a maior longevidade da história democrática portuguesa.
Quando deixou o governo, em 1963, voltou ao ensino e em 1968 casou-se com Mónica Mayer, com quem teve seis filhos, entre os quais Isabel Moreira, deputada do PS na Assembleia da República.
-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.