Segunda-feira, 22 de Abril de 2024
No menu items!

Padre Victor Silva tem novo trabalho discográfico

Victor Silva, músico e sacerdote da Diocese de Lamego, está a apresentar um novo trabalho discográfico e diz que as várias áreas onde se move servem para “alimentar baterias”.

-PUB-

“Precisamos de ter baterias carregadas: a música serve para carregar baterias, as aulas de Educação Moral e Religiosa Católica servem para alimentar baterias, a Eucaristia serve para alimentar baterias. Porque somos um misto de tudo. O que nos fizer bem serve para rejuvenescermos, carregarmos baterias com coisas novas”, explica à Agência Ecclesia.

‘Haja o que houver’ é a música que está a abrir caminho para a apresentação do novo álbum, previsto para outubro, consolidando uma carreira de 14 anos, que teve início em 2009 com o álbum ‘Palavras’, tendo-se seguido ‘Faces’, em 2016.

“A riqueza da Igreja é a diversidade dos dons, sejam padres, leigos ou pessoas consagradas. Se colocarmos em prática tudo o que temos para o benefício do outro e também para bem-estar pessoal, isso é importante. São 14 anos que correspondem a um projeto consolidado e é bom ter pessoas que gostam do trabalho, acompanham e gostam do que eu faço”, refere o sacerdote.

O caminho musical do padre Victor começou quando pediu ao pai uma guitarra, na altura com cerca de 15 anos. Já no Seminário, e envolvido em iniciativas de pastoral juvenil, “quem tocava viola” eram os primeiros a ser convidados para as atividades.

A composição surgiu mais tarde, “por volta do ano 2000”, quando começa a escrever “algumas coisas, nada editável”.

Em 2005, já ordenado sacerdote, o padre Victor começa a sério a dedicar-se à composição de um álbum, que viria o ser o seu trabalho de estreia.

“O difícil num artista é o processo de criação que depende da inspiração. Uma coisa são as fórmulas matemáticas, mas um pintor, escultor, depende da criação. Há músicas que saem em 20 minutos, outras alturas em que nada sai. Depende de muitos fatores. Tudo o que me rodeia, envolve, com quem convivo, são motivos de inspiração para compor”, explica.
A música ‘Haja o que houver’, novo single, é um convite “à interioridade” e a pensar nas relações.

“O vídeo passa-se na praia, um ambiente de tranquilidade, paz e libertação. É quase como se fosse fazer luto, limpar e seguir. O tempo passa rápido e não volta. Por isso é importante valorizarmos o que temos e com quem estamos”, indica.

O padre Victor Silva é ainda professor de EMRC em Castro Daire, dá aulas a alunos do 1.º ao 12.º ano e acompanha três paróquias.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.