Segunda-feira, 4 de Março de 2024
No menu items!

Prisão preventiva para três dos oito detidos pela GNR por tráfico de droga no Norte

O Tribunal de Penafiel decretou prisão preventiva para três dos oito detidos pela GNR nos distritos do Porto, Lisboa e Vila Real pela suspeita do crime de tráfico de droga.

-PUB-

O comandante do Destacamento Territorial de Felgueiras, Nasser Zidane, adiantou que a prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, foi decretada a três homens residentes em Santo Tirso, Porto e Lordelo (Paredes) e a quem foi apreendida a maior parte da droga durante a operação policial, num total de 23.000 doses.

O responsável referiu à Lusa que os restantes cinco detidos, quatro homens e uma mulher, saíram em liberdade depois de presentes no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, mas sujeitos a apresentações periódicas nos postos policiais das suas respetivas áreas de residência.

A operação policial realizou-se na terça-feira e foi desencadeada pelo Destacamento Territorial de Felgueiras, do Comando Territorial do Porto, culminando com a detenção dos oito suspeitos, com idades compreendidas entre os 21 e 46 anos.

O capitão Nasser Zidane explicou que a investigação pelo crime de tráfico de estupefacientes começou há cerca de um ano, depois de informação recolhida pelos militares do Núcleo de Investigação Criminal.

Referiu ainda que a rede alegadamente se dedicava à venda de produto estupefaciente na zona Norte do país e que, durante a investigação, se foram apurando as ligações entre os suspeitos, alguns residentes nas zonas de Lisboa e de Vila Real.

Na terça-feira, os militares deram cumprimento a 13 mandados de busca, 12 domiciliárias e uma em oficina.

No decorrer destas buscas a Guarda apreendeu 11.900 doses de haxixe, 2.360 doses de canábis, 1.200 doses de cocaína, 2.680 doses de MDMA (metilenodioximetanfetamina) e 4.950 doses de anfetaminas.

Foram ainda aprendidos seis veículos, 51.185 euros, diversas balanças de precisão, 10 telemóveis, objetos em ouro e diverso material usado no acondicionamento do produto estupefaciente.

A GNR disse que, no decorrer da operação, foi ainda constituída arguida uma mulher de 23 anos e que dois dos detidos já têm antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza.

A ação policial contou com o reforço de militares do Comando Territorial de Vila Real, Braga e da Unidade de Intervenção (UI), da GNR, e ainda com o apoio da Unidade Especial de Polícia, da Polícia de Segurança Pública (PSP).

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.