Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022
UCC Mateus
UCC Mateus
Profissionais da UC Mateus escrevem regularmente neste espaço.

Saúde entre Linhas – Burnout nos profissionais de saúde

A Síndrome de Burnout (SB) é considerada uma resposta prolongada a agentes stressores crónicos no trabalho.

-PUB-

Esta Síndrome é caracterizada por: exaustão emocional, apresentando-se como sentimentos de esgotamento em relação aos recursos físicos e emocionais, associada a sentimentos de frustração; despersonalização, com perda gradual de empatia e indiferença em relação ao trabalho e que culmina na insensibilidade afetiva e afastamento; redução da realização pessoal, o sujeito tende a avaliar-se negativamente em relação às suas competências e produtividade no trabalho, o que pode conduzir à diminuição da autoestima. Também podem ser identificados sintomas como falta de atenção, alterações de memória, lentificação do pensamento, sentimentos de alienação, solidão e impaciência, insónia, fadiga constante, tensão muscular, dores de cabeça e problemas gastrointestinais.

A SB também ocorre em profissionais de saúde, sendo as suas consequências graves, tais como perturbação de stresse pós-traumático, queixas psicossomáticas, abuso de álcool, uso de drogas, depressão e ideação suicida, absentismo, intenção de abandonar o trabalho, piores cuidados aos utentes e erros na prática profissional que podem conduzir a perda de confiança, dificuldades em dormir, redução da satisfação no trabalho, aumento dos níveis de stresse ocupacional e danos na imagem profissional.

Neste sentido é necessário prevenir a SB através de intervenções individuais e organizacionais, que visem a redução do stresse ocupacional, tais como treino de habilidades comportamentais e cognitivas de coping, meditação, atividade física, práticas de autocuidado, descanso adequado, equilíbrio entre trabalho e outras dimensões da vida, passatempos, melhoria da comunicação e do trabalho em equipa, treino e formação, reestruturação de tarefas e mudança das condições físico-ambientais, flexibilidade de horário, participação na tomada de decisão, melhores perspetivas de carreira e autonomia laboral.

Mais Lidas

Acidente no IC5 faz uma vítima mortal

Trabalhadores da recolha do lixo em greve

Trocar a azáfama pela tranquilidade

Chaves foi à Madeira buscar três pontos

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.