Quinta-feira, 20 de Junho de 2024
No menu items!

Três dias de festa onde a cereja é a rainha

Nos dias 7, 8 e 9 de junho, em Alfândega da Fé, realiza mais uma edição da Festa da Cereja&co com nomes conhecidos por Portugal inteiro.

-PUB-

A cereja é o grande atrativo da época, mas há muito mais a acompanhar o fruto mais delicioso da estação. Alfândega da Fé realiza mais uma edição desta festa com nomes conhecidos por Portugal inteiro.

“São 10 produtores de cereja de Alfândega da Fé e cerca de 100 expositores da região, com produtos endógenos, artesanato, maquinas agrícolas e produtos inovadores, que vão marcar presença na Festa da Cereja&co. Dedicada a promover e divulgar o que de melhor se produz localmente e em toda a região transmontana, a Festa da Cereja&co é um certame de referência há quase quatro décadas.” destaca em comunicado a autarquia.

A Festa da Cereja&co abre ao público no dia 7 de junho, a partir das 11h. A cerimónia e espetáculo de abertura fazem-se às 17h30 com convidados especiais. 

A animação e os concertos são um dos pontos altos da festa que este ano apresenta um cartaz com artistas de renome nacional. Dia 7 sobe ao grande palco da Festa da Cereja&co David Antunes & The Midnight Band, com a convidada especial Jéssica Cipriano. 

Dia 8 de junho Ninho Vaz Maia é o grande cabeça de cartaz e promete uma grande noite. Dia 9 de junho, para terminar a festa em grande, João Pedro Pais regressa à Alfândega da Fé, terra onde tem raízes familiares, para um concerto de grandes êxitos.

Ao longo dos três dias haverá vários concertos e momentos de animação, promovidos pelas associações locais , que dão vida e autenticidade a este certame. No dia 9 de junho vários grupos de cantares reúnem-se no Encontro de Cantares da Cereja, dando ainda mais animação à festa. 

A cultura não fica de fora neste grande certame. Ao longo dos três dias poderá ver e aprender como os artesãos da Rota Saber-Fazer trabalham e constroem objetos incríveis com as suas próprias mãos.

Bonecas em renda, feitas através da técnica amigurumi, tecelagem artesanal, violas, cavaquinhos e outros instrumentos musicais nas Oficinas de Arte da Festa da Cereja&co. Também no dia 7 será apresentada a mais recente oferta cultural e turística da região. O projeto “História a Fresco – Rota da Pintura Mural”agrega 23 igrejas e capelas de quatro municípios para visitação neste território.

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS