Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
No menu items!




Pena suspensa para caçador de Mondim de Basto por homicídio negligente

O Tribunal de Vila Real condenou um caçador, de 47 anos, a três anos de prisão, com pena suspensa, por um crime de homicídio por negligência.

-PUB-

O crime aconteceu no final de agosto, depois das 21h00, na localidade de Pioledo, freguesia de Bilhó, quando António Horto andava à caça de um javali que, segundo algumas testemunhas, “causava estragos nas culturas”.

Os dois homens eram amigos e estavam a caçar, ilegalmente, num campo de milho.

O coletivo de juízes deu como provados todos os crimes pelos quais o arguido vinha acusado, tendo aplicado pena suspensa a António Horto, que ficou ainda impedido de caçar durante cinco anos, assim como sem a carta de caçador e sem licença de porte de arma durante 10 anos.

À família da vítima mortal, António Horto terá de de pagar um total de 115 mil euros de indemnização à mulher e aos dois filhos de António Carvalho.

O advogado da família disse à VTM que vai analisar o acórdão, mas que deverá recorrer.

[adrotate group="24"]

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS




Mais lidas

[adrotate group="3"]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS