Quinta-feira, 30 de Maio de 2024
No menu items!

13 candidaturas vão a votos pelo círculo eleitoral de Bragança

O país vai a votos no dia 10 de março pelo que importa perceber quais são as propostas dos vários partidos. No caso do círculo eleitoral de Bragança são 13 as candidaturas que vão a votos

-PUB-

A Operação Influencer ditou a queda do Governo, depois de António Costa ter apresentado a demissão, por recaírem sobre ele suspeitas de prevaricação. Assim, no dia 10 de março o país vai a votos para eleger o próximo primeiro-ministro.

Nesse dia, mais de 10,8 milhões de eleitores residentes em território nacional e no estrangeiro serão chamados a escolher o partido que, na sua opinião, deve formar o próximo Governo, elegendo os 230 lugares de deputados da Assembleia da República para a próxima legislatura.

No caso do círculo eleitoral de Bragança são três os deputados eleitos, sendo que nas eleições de 2022 o Partido Socialista elegeu dois e o PSD um, de um total de 15 candidaturas. Este ano foram apresentadas 13 candidaturas.

A VTM, à semelhança do que tem vindo a fazer em eleições anteriores, contactou os vários partidos, e respetivos cabeças de lista, para lhes colocar algumas perguntas sobre os seus programas. Das 13 candidaturas, apenas nove responderam, sendo que o partido ADN foi o único sem assento parlamentar a fazê-lo.

Às listas cujo partido tem assento parlamentar (8) foram colocadas cinco perguntas, enquanto que aos que não têm representação no Parlamento (5) foram endereçadas três questões. As respostas podem ser conhecidas nas páginas que se seguem e abordam temas como a saúde, a ferrovia, os impostos das barragens e a desertificação.

Entre as várias respostas é unânime, no que diz respeito ao setor da saúde, a necessidade de atrair mais médicos para a região, através de incentivos à fixação, e valorizar os cuidados de saúde de proximidade.

Olhando para a desertificação, há quem defenda uma política de desenvolvimento regional que combata as assimetrias e que valorize o mundo rural.

De referir que nas eleições legislativas de 2024 votaram 5 563.497 milhões de eleitores, ou seja, 51,4% dos inscritos (10 820.337).

Os candidatos do Partido Socialista, Aliança Democrática, CDU, Livre, Chega, PAN, Bloco de Esquerda e Iniciativa Liberal terão, ainda, oportunidade de defender as suas ideias e propostas no dia 7 de março, às 18h00, num debate organizado pelo jornal A Voz de Trás-os-Montes, que será transmitido no Facebook e no Youtube.

 


 

Pode ver as entrevistas aqui:

 

 

ANABELA CORREIA, cabeça de Lista do LIVRE

JOSÉ PIRES, cabeça de lista do CHEGA

TERESA AGUIAR, cabeça de lista da IL

VÍTOR PIMENTA, cabeça de lista do BE

ISABEL FERREIRA, cabeça de lista do PS

HERNÂNI DIAS, cabeça de lista da AD

FÁTIMA BENTO, cabeça de lista da CDU

OCTÁVIO PIRES, cabeça de lista do PAN

VANDA MARTINS, cabeça de lista da ADN

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS