Terça-feira, 16 de Agosto de 2022

OS MÉDICOS E A CULTURA

O catalão José de Letamendi, catedrático de Anatomia em finais do século XIX, foi o pai da célebre frase: “O Médico que só sabe de medicina, nem de medicina sabe” (frase por vezes erradamente atribuída a Abel Salazar).

-PUB-

Queria ele significar com isso que o médico, para compreender e saber exercer a arte médica na sua plenitude, não pode ficar confinado unicamente ao saber da ciência médica e por isso deve cultivar-se. Esta cultura que o médico deve possuir adquire-se nos livros, lendo e estudando e, naturalmente, depois, aplicando-a na vida do dia a dia.

Sir William Osler, considerado o pai da Medicina Interna ensinou-nos que: “O exercício da medicina clínica tem um grande componente literário. O domínio da linguagem é imprescindível… Para compreender as emoções, os temores, as preocupações, e os conflitos emocionais dos doentes muitas vezes não há melhor fonte de informação do que a literatura”. Percebe-se, então, que como alguém

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Mais Lidas

Acidente no IC5 faz uma vítima mortal

Trabalhadores da recolha do lixo em greve

Trocar a azáfama pela tranquilidade

Chaves foi à Madeira buscar três pontos

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.