Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
No menu items!
Ana Súcio
Ana Súcio
Profissionais da UCC Mateus escrevem regularmente neste espaço.

O sono

A privação do sono tem impacto na saúde e bem-estar das pessoas.

-PUB-

Quem dorme mal tem mais propensão a desenvolver doenças cardiovasculares, obesidade, hipertensão, diabetes, cancro, Alzheimer ou doenças do foro psiquiátrico. O sono, além de ser um momento extremamente relaxante, é um processo vital para o nosso organismo. Não dormir o necessário afeta o raciocínio, a concentração e a capacidade de memorização, cognição e desempenho motor, e aumenta a probabilidade de cometer lapsos como esquecimentos ou distrações, bem como sofrer acidentes de viação. Cansaço, dores de cabeça, irritabilidade e mudanças de humor bruscas são também observáveis em pessoas que dormem mal.

Cerca de 45% da população mundial é afetada por distúrbios de sono e estima-se que 25% dos portugueses sofre de insónia crónica, com especial incidência nas mulheres e idosos. É durante o sono que o organismo exerce as principais funções restauradoras do corpo, como a reparação dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas. Durante o sono, é possível repor energias e regular o metabolismo, fatores essenciais para manter corpo e mente saudáveis. A cada 24 horas sem dormir, uma pessoa diminui em 25% a sua capacidade de realizar trabalho mental.

Algumas dicas para ter uma melhor qualidade de sono: Ter horários regulares para dormir e acordar, mesmo nos fins de semana; Dormir sempre em locais limpos, escuros, frescos e livres de barulhos; Ter um bom colchão e almofada também é fundamental; Tentar criar uma rotina relaxante antes de dormir. Um bom banho e ouvir música podem ajudar a melhorar o sono; Procurar não ingerir refrigerantes, café e álcool perto do horário de dormir. Comer perto desse horário também deve ser evitado, assim como fumar.
A pessoa que apresenta alterações do sono deve consultar um médico, pois somente um especialista poderá ajudar.

OUTROS ARTIGOS

ARTIGOS DE OPINIÃO + LIDOS

Notícias Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.