Terça-feira, 27 de Setembro de 2022

Paulo Reis Mourão

Economista e Professor Universitário na Universidade do Minho. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes
110 Artigo(s) de opinião

Do Natal e das Consciências

Um político faz sempre tudo o que pode, sabe e quer em favor do seu semelhante. Se não o consegue é porque pelo menos uma das premissas não o assiste: ou não pode, ou não sabe ou não quer.

A Lei de Gresham passou o Túnel do Marão?

A lei de Gresham explica que perdemos a boa moeda e ficamos geralmente com a má.

2020: Um ano atípico para a economia transmontana

Antes de ver o Ranking das maiores empresas de 2020, confessava uma certa curiosidade em perceber como as maiores da região tinham vivido o primeiro momento pandémico e se tinham tido um comportamento diferente das PME, que ficaram particularmente expostas.

Sobre as infindáveis filas de trânsito

Ninguém gosta de filas de espera! Seja no talho, nos correios, ou no trânsito. Quando conseguimos antecipar a espera, preparamo-nos para ela – levamos um livro, jogamos no telemóvel, organizamos fotos no telemóvel, olhamos para o telemóvel. Quando não conseguimos antecipar a espera, ficamos retidos nas denominadas ‘filas de espera’

As raças

Já há muito tempo que reflito e debato sobre o despovoamento, a desumanização e a desertificação territorial.

Sobre a ferrovia em Trás-os-Montes

A Associação Vale D’Ouro divulgou, recentemente, o interesse para a economia nacional e regional de um transporte de alta velocidade entre o Porto e as ligações espanholas a Madrid, passando por Vila Real e Bragança.

O dia que virá depois

Ao longo da minha carreira, tenho visitado inúmeras academias. Obviamente, além das instituições de ensino superior portuguesas – que praticamente conheço na larga maioria – refiro-me também a um número elevado de academias estrangeiras.

Modernidade, Evolução e Retrocessos

A Venezuela era, na década de 1950, um dos 30 países mais ricos e desenvolvidos do mundo. O Iraque era, em 1979, o país mais desenvolvido de todo o Médio Oriente.

Apontamentos de Férias

Neste ano, tivemos o Pote como rei dos marcadores da Liga Profissional de futebol, um transmontano.

Do bloco de notas da semana

A quantos Presidentes dos EUA sobreviveu Fidel ou sobrevive Putin?

Sobre a Corrupção e os Corruptos

O tema em questão é sério. Aliás, muito sério. Genericamente, a corrupção é entendida como tirar dinheiro ao Estado para benefício de particulares sem o conhecimento das figuras competentes (nomeadamente, as assembleias de cidadãos).

Ser dos grandes em Trás-os-Montes

Como tenho percorrido os diversos continentes, reconheço que o nome “Benfica” é o mais facilmente identificado na abordagem aos clubes portugueses