Quinta-feira, 6 de Outubro de 2022

Armando Moreira

| MIRADOURO | Ex-presidente da Câmara Municipal de Vila Real. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes
293 Artigo(s) de opinião

SNS como está?

A notícia do falecimento de uma criança, cujo parto correu mal por falta de clínicos, numa maternidade do Hospital das Caldas da Rainha, fez estalar o verniz que tem coberto o Serviço Nacional de Saúde – SNS e em particular a atuação da respetiva ministra que, na opinião de muitos, é desastrosa.

Guerra e fome

"Da fome, da peste e da guerra livrai-nos Senhor!” ditado antigo, de que nos lembramos, a propósito do que está a acontecer com o embargo à saída dos cereais ucranianos armazenados nos portos do Mar Negro.

ANMP outros tempos

A Câmara Municipal do Porto decidiu abandonar a Associação Nacional de Municípios Portugueses – ANMP, por entender que a Administração Central estava a passar às câmaras o encargo com a educação, sem transferir as verbas necessárias.

Ucrânia: o genocídio

As pessoas da nossa geração lembram-se do fim da 2ª Guerra Mundial, por relatos dos seus familiares de mais idade e por informações nos percursos escolares. Nada de comparável ao horror que nos foi dado ver!

A Coesão Territorial e o Governo

Manuel Carvalho, diretor do jornal “Público”, escreveu a propósito da composição do novo governo um editorial: "Andar Devagarinho”.

Ferrovia: novos horizontes

Temos vindo a insistir que só os investimentos na ferrovia contribuirão para a descarbonização, cujas metas fixadas para 2050, só se atingirão se retirarmos os transportes das estradas.

Como travar esta agressão?

Não dá para fugir ao tema da guerra que Putin está a impor à Ucrânia, seu país vizinho, invocando os mais insólitos argumentos.

O PRR e a linha do Douro

Continuam cada vez mais violentos os combates na Ucrânia. Esta guerra parece não ter fim a curto prazo e trará consequências difíceis de imaginar, nesta altura, para toda a Europa, que se repercutirão por muitos anos.

Rural e urbano – Solução óbvia

A Voz de Trás-os-Montes, o nosso jornal, deu-nos conta da nova concessão de transportes urbanos no concelho de Vila Real, destacando o aumento da oferta e horários.

Agora não há desculpas

Escrevemos no dia anterior ao do ato eleitoral que fosse qual fosse o resultado, dada a frágil situação económica do nosso país, deveria estabelecer-se um grande consenso entre as forças partidárias, tendo em vista acelerar o processo de desenvolvimento por forma a deixarmos a cauda da Europa.

E agora?

Acabada a campanha eleitoral e embora não conhecendo os resultados na altura em que escrevemos impõe-se a pergunta: e agora? Será que as eleições serviram para alguma coisa, ou vai tudo continuar na mesma?

Mundo rural olvidado

Nesta altura em que a campanha para as eleições começa a chegar ao seu termo, chegou-nos à mão, uma notícia do Jornal Público, sobre o “Movimento Espanha Esvaziada”, que representa a revolta de todos aqueles que escolheram ficar na terra onde nasceram.