Domingo, 17 de Outubro de 2021

Paulo Reis Mourão

Economista e Professor Universitário na Universidade do Minho. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes
93 Artigos de opinião

Sobre a ferrovia em Trás-os-Montes

A Associação Vale D’Ouro divulgou, recentemente, o interesse para a economia nacional e regional de um transporte de alta velocidade entre o Porto e as ligações espanholas a Madrid, passando por Vila Real e Bragança.

O dia que virá depois

Ao longo da minha carreira, tenho visitado inúmeras academias. Obviamente, além das instituições de ensino superior portuguesas – que praticamente conheço na larga maioria – refiro-me também a um número elevado de academias estrangeiras.

Modernidade, Evolução e Retrocessos

A Venezuela era, na década de 1950, um dos 30 países mais ricos e desenvolvidos do mundo. O Iraque era, em 1979, o país mais desenvolvido de todo o Médio Oriente.

Apontamentos de Férias

Neste ano, tivemos o Pote como rei dos marcadores da Liga Profissional de futebol, um transmontano.

Do bloco de notas da semana

A quantos Presidentes dos EUA sobreviveu Fidel ou sobrevive Putin?

Sobre a Corrupção e os Corruptos

O tema em questão é sério. Aliás, muito sério. Genericamente, a corrupção é entendida como tirar dinheiro ao Estado para benefício de particulares sem o conhecimento das figuras competentes (nomeadamente, as assembleias de cidadãos).

Ser dos grandes em Trás-os-Montes

Como tenho percorrido os diversos continentes, reconheço que o nome “Benfica” é o mais facilmente identificado na abordagem aos clubes portugueses

O drama do Bila

O campeonato de 2020/2021 foi dramático. Mas neste drama os meus heróis – o Bila, o dos anónimos – chegaram ao fim e foram os últimos a rir.

Dívidas, Suecas e Páscoa

Uma dívida é um conceito muito interessante em que pedimos ao Futuro recursos para o Presente

A bazuca transmontana

Recentemente, o relatório da edição portuguesa da Rede Europeia contra a Pobreza auscultou a evolução nos principais indicadores de distribuição do rendimento pelos municípios portugueses

Reis na República das Bananas

Assim como a escravidão foi o sistema laboral dominante em três quartos da história civilizacional, a monarquia foi o regime dominante em período próximo.

Ricos, loucos e destemidos sem máscara

Sim, porque sois assim? – é esta a pergunta que metade da sociedade faz à outra metade que não quer andar ou usar máscara, que quer falar livremente nas esplanadas e dentro dos cafés, que quer mandar tantas restrições, até agora sem eficácia visível, às urtigas, ou aonde as haja.